S4: Gêneros Cinematográficos (Terror/Horror)

Filmes de terror e horror já foram considerados coisas diferentes, mas como é algo que cruza muito, então usamos apenas o terror, em português. Porém no inglês, ainda é bastante usado, então pode ser que a gente acabe usando “horror” algumas vezes. Antigamente, o que definia a diferença era: terror, algo terrível, que causa estado de pavor, pessoa ou coisa que amedronta e aterroriza, ou seja, o terror é feito para causar medo. 

Já o Horror é algo que causa forte impressão de repulsa ou desagrado, que acompanha ou não arrepio, gerada por uma percepção, intuição, lembrança de algo horrendo, ameaçador e repugnante. Os dois são bem parecidos mesmo.

Direção de Arte: Ítalo Novais

Nesta nova temporada, as três jornalistas e críticas de cinema, Larissa Lago, Poliana Fontenele e Sara Rodrigues, comentam a história dos gêneros e explicam como identificar determinado gênero. O foco principal do segundo episódio são os filmes de terror/horror, quais são seus subgêneros e as obras mais amadas do gênero. Além disso, também foi abordado o contexto de cinema de Horror Negro, produzido, dirigido e atuado por pessoas negras.

Aqui estão alguns filmes citados durante o episódio e as indicações de onde você pode encontrá-los:

  • Psicose (1960), Alfred Hitchcock. Disponível para na Netflix e no Telecine.
  • O Iluminado (1980), Stanley Kubrick. Disponível na HBO GO.
  • O Silêncio dos Inocentes (1991), Jonathan Demme. Disponível para aluguel na Apple TV.
  • Corra! (2001). Disponível para compra e aluguel na Google Play e Apple TV.

cineaspectos, um podcast que te ajuda a ter um novo olhar sobre cinema.